Ruptura de estoque ou estoque parado no pet shop: como lidar com eles?

Ter o estoque parado no pet shop é a mesma coisa que ter dinheiro parado, ou pior, pode acabar se transformando em perda de capital. 

A gestão de estoque do pet shop é um ponto que não pode ser deixado de lado, do contrário, isso pode causar grandes prejuízos para o seu negócio, nos piores casos, até a falência.

Foi pensando nisso que elaboramos esse conteúdo para te ajudar a identificar os principais problemas ligados à má gestão do estoque e algumas dicas para evitar o estoque parado no seu pet shop e, principalmente, evitar a ruptura dele.

 A seguir, confira como a má gestão do estoque pode prejudicar o crescimento do pet shop e como lidar com essa questão, para que não se torne um verdadeiro pesadelo! Continue a leitura!

Principais problemas gerados pelo estoque parado no pet shop

Mercadorias paradas nas prateleiras, estoque praticamente juntando poeira, não é novidade dizer que isso é sinônimo de um grande prejuízo para o seu pet shop. 

Perdas financeiras são a máxima dos problemas causados com o estoque parado. A seguir, elencamos alguns dos principais problemas dessa situação.

Menor capital de giro 

Quando você investe em mercadorias, só terá retorno desse dinheiro quando acontecer a venda delas. Obviamente, se não acontecem vendas, os produtos ficam parados nas prateleiras e você não vê a cor do dinheiro. 

O resultado dessa situação é um menor capital de giro e, consequentemente, menor disponibilidade de recursos para serem investidos em outras áreas do pet shop. E caso a situação não mude, o prejuízo poderá levar até mesmo o negócio à falência.

Despesas com armazenamento

Além do gasto com as despesas como aluguel ou aquisição do espaço onde os itens são guardados, ainda entram nesse cálculo outras variáveis, como pagamento de funcionários, compra de equipamentos para movimentação de carga, luz e água do local, etc.

Mesmo se estes custos já estiverem previstos no plano de gestão de estoque do pet shop, ainda assim, quando ocorre uma situação de estoque parado, essa previsão supera as expectativas. 

Logo, poderá incluir valores adicionais para aquisição de um espaço maior e até a manutenção do armazenamento de mais produtos do que o comportado.

Maior risco de danos

Produtos em estoque correm o risco de serem danificados, seja por mau armazenamento ou acidentes ao manusear o item dentro do espaço nas mais variadas situações.

Claro que um plano de logística e certos cuidados visam evitar esse tipo de incidente. No entanto, não há como negar que, quanto maior o tempo que as mercadorias ficam guardadas, maiores as chances de acontecer alguma situação inesperada.

Desvalorização dos produtos

Outro problema decorrente do estoque parado no pet shop é a desvalorização do produto, seja devido à data de vencimento – caso a mercadoria seja perecível, ou por sua obsolescência, devido ao passar do tempo.

Independente do porquê acontece a desvalorização da mercadoria, ter um produto parado em estoque por muito tempo, é correr o risco de que ele perca o seu valor parcial ou até mesmo total, gerando um grande prejuízo para a loja.

Ruptura de estoque

Em contrapartida, existe outro problema que pode acontecer com a má gestão desse ponto, que é a ruptura de estoque. Isso acontece quando faltam produtos no momento de compra do consumidor.

Ou seja, alguém vai até o seu pet shop esperando encontrar determinado produto, mas quando chega lá, descobre que ele está em falta. Esse tipo de situação prejudica a reputação da sua loja e pior, você acaba perdendo clientes para a concorrência.

Algumas das principais causas da ruptura de estoque incluem:

  • Definir volume de vendas para efetuar compra de mercadorias sem considerar uma cobertura para categorias em que há maior demora na entrega dos fornecedores e/ou que apresentam uma crescente de vendas;
  • Trabalhar com reposição automática sem ter um sistema eficiente de sincronização de dados;
  • Não ter dados precisos para avaliar o impacto de promoções no giro de uma marca;
  • Falta de um bom sistema integrado de gestão.

Como evitar a ruptura de estoque?

Antes de mais nada, é necessário identificar quais são as causas da ruptura de estoque, para então, poder considerar soluções. No entanto, existem algumas ações que podem ajudar a evitar esse problema, como por exemplo:

  • Não divulgar e nem ofertar produtos que estão em falta no estoque;
  • Controlar o estoque e revisar periodicamente o cadastro dos produtos;
  • Alinhar e monitorar os prazos de entrega com os fornecedores;
  • Usar tecnologias que facilitem a análise e controle das informações de entradas e saídas de mercadorias.

No próximo tópico abordamos algumas ações para conseguir manter um estoque sustentável e saudável no seu pet shop!

Dicas para evitar o estoque parado e a ruptura do estoque no seu pet shop

ruptura-de-estoque-ou-estoque-parado-img1.jpeg

Nem tudo está perdido e existem ações e ferramentas que podem te ajudar a realizar uma gestão de estoque mais eficaz:

Administre a sazonalidade

Identificar quais produtos vendem mais numa determinada época é fundamental para atender a demanda e evitar que as mercadorias fiquem paradas em estoque.

Além disso, é importante ter uma boa perspectiva de vendas, com o objetivo de não comprar em quantidades a mais do que o pet shop costuma vender. A ideia é ter sempre o estoque adequado no momento certo, evitando assim prejuízos e conseguindo atender bem a demanda dos seus clientes.

Treine sua equipe

Não tem como você fazer e se responsabilizar por tudo dentro da loja. É necessário ter uma boa equipe te dando suporte, pessoas para quem delegar tarefas e, principalmente, ter certeza de que elas serão cumpridas da melhor forma possível.

Tenha em mente que o time de colaboradores deve ser capaz de continuar tocando a loja, mesmo na sua ausência e também, que tudo se mantenha nos conformes, sem que você precise ficar fiscalizando o tempo todo. 

Em especial, o profissional responsável pelo estoque deve saber como fazer o controle das entradas e saídas, registrar corretamente dados e informações, com o intuito de gerar relatórios fiéis.

Conheça o público do seu pet shop

Isso não deve ser novidade para você, mas vale enfatizar que conhecer o perfil do seu público é fundamental para saber quais são as preferências desses clientes. Inclusive, para ter um negócio mais assertivo, essas perguntas devem ser respondidas:

  • Do que seu público mais gosta? 
  • Quais são os produtos que procuram? 
  • O que atende às expectativas dos seus clientes? 

Só assim a compra dos produtos será mais estratégica, e você não terá o problema de estoque parado, pois apenas irá adquirir mercadorias que atendem as demandas dos clientes. Da mesma forma evitará a ruptura de estoque, pois estará sempre ofertando o que os clientes procuram.

Desenvolva promoções

Ao saber o período de sazonalidade de vendas da sua pet shop, fica mais fácil identificar em que período uma promoção será mais assertiva, e até mesmo criar estratégias de marketing e vendas mais eficientes. Assim, é possível movimentar produtos que você sabe que possivelmente ficariam parados no estoque.

Mas lembre-se sempre de calcular corretamente os descontos, levando em conta os custos dos produtos, já que se esse cálculo não for feito do jeito certo, você pode ter mais prejuízos com as suas promoções do que teria com o estoque parado.

Invista em um sistema de gestão de estoque

Por último, mas definitivamente não menos importante, ter um módulo focado em estoque, pode contribuir muito para sanar os problemas relacionados ao estoque.

Não é difícil entender que, para conseguir ter o controle do estoque, você precisa de informações atualizadas constantemente. Ou seja, é fundamental que a gestão seja feita através de um sistema eficaz e confiável. 

Com um sistema de gestão de estoque, é possível otimizar as trocas de informações, fazendo atualizações rápidas e automatizadas. Nesse cenário, não é preciso a intervenção humana, ou seja, menos chances de erros.

Além disso, gerenciar o estoque do pet shop com um módulo específico para isso, também ajuda a ter dados mais fiéis, gerar relatórios, fazer cálculos, entre outras ações que possibilitam uma visão completa, para assim, tomar decisões mais eficazes.

E então?

Neste conteúdo, apresentamos quais os principais problemas podem surgir com o estoque parado no petshop. Em contrapartida, elencamos também algumas ações que, quando colocadas em prática, podem impedir que essas questões e prejuízos aconteçam.

Esperamos que esse material possa te ajudar a ser mais assertivo na gestão de estoque e a ter insights de como manter esse setor sob controle no seu pet shop. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco.

Agora, para continuar se atualizando com informações relevantes para o sucesso do seu pet shop, acesse: 4 dicas de como usar o WhatsApp em Pet Shops.

Gostou? Compartilhe!

Se inscreva em nossa Newsletter
Fique por dentro das novidades do nosso blog!